Insights

O beat perfeito de uma marca

27 Abril 2023, By Sarai Carcedo, Design Manager na Canela
7 aspetos essenciais a ter em conta para criar um bom branding

Criar uma identidade de marca é comparável a compor uma canção: todos os elementos visuais devem ser cuidadosamente combinados para refletir a personalidade e os valores da empresa de uma forma clara e coerente.

Tal como cada instrumento tem um papel importante na construção de uma canção, cada elemento da identidade visual tem uma função chave que contribui para a imagem de marca. Mas ao que devemos exatamente prestar atenção? Ora vejam, artistas! 

CONCEITO: A Composição

O designer gráfico é como o compositor da canção e, portanto, deve trabalhar no conceito da marca (“quem sou eu?”, “o que me torna única?”, “qual é o meu propósito?”), que é tão importante como ter uma composição clara e eficaz numa canção, e que transmita também uma mensagem chave.

IMAGEM: A melodia principal

O logótipo representa a melodia principal, sendo a parte mais reconhecível da identidade e aquela de que o público se lembra. Elementos gráficos secundários, tais como tipografia e extensões visuais (fundos, padrões, gráficos, iconografia, etc.), atuam como efeitos sonoros e podem acrescentar interesse e profundidade, mas devem ser utilizados com sabedoria e consistência.

PALETE DE CORES: A Tonalidade

As cores de uma marca são como a tonalidade de uma canção: elas definem a atmosfera e o humor. As cores podem evocar emoções e sentimentos específicos e podem ser usadas para refletir o caráter da empresa, pelo que deve ser feita uma escolha cuidadosa.

Canela

TOM DA MARCA: A voz

O tom da marca é como a voz de um cantor, que pode ser suave, forte, doce ou agressiva. Deve selecionar-se a forma de comunicar que melhor reflete a os princípios que a empresa quer projetar.

FOTOGRAFIA: O videoclipe

Tal como um videoclipe após o lançamento de uma nova canção, a fotografia é uma ferramenta poderosa para contar histórias, melhorando a perceção entre o público e diferenciando-se da concorrência.

CANAIS: Versões e remixes

Da mesma forma que uma canção pode ter diferentes arranjos e versões, uma identidade visual também pode ter diferentes utilizações e adaptações para diferentes meios e situações. Mas, tal como uma canção tem sempre a sua letra e a sua mensagem principal, estes materiais devem ser fiéis à marca.

COERÊNCIA E CONSISTÊNCIA: Ritmo

Uma mudança repentina no ritmo de uma canção pode confundir o ouvinte, e uma falta de consistência na identidade visual de uma marca pode também confundir e alienar o público. Por conseguinte, é imperativo manter a unidade e clareza. 

Em suma, tal como um artista da indústria musical, as marcas precisam de oferecer algo forte, único e autêntico para se destacarem na indústria e se conectarem ao seu público.

QUE CANÇÃO É QUE A CANELA LHE FAZ LEMBRAR?

Ao longo dos últimos anos evoluímos e, desde o nosso rebranding em 2021, somos uma agência mais colorida, mais dinâmica e mais digital. 

Sabia que a nossa palete de cores foi retirada da bandeira do Sri Lanka, de onde provém a canela? A cor tornou-se uma parte essencial da nossa identidade, que, além disso, é sempre representada  em formas curvas e animadas, porque a comunicação nunca é uma linha reta e há agora uma multiplicidade de novos canais em que nos especializamos.

Canela

Por sua vez, utilizamos uma tipografia (tanto no logotipo como no resto dos materiais) que oferece equilíbrio e rigor a todas essas curvas fluidas, e que reflete o nosso profissionalismo e experiência adquirida ao longo de 17 anos. 

Se a Canela fosse uma canção para mim, seria Get Lucky by Daft Punk (dinâmica, alegre e eletrónica). Que canção a Canela lhe lembra?

A Canela em 10 canções (+1)

Se precisar do contacto de um designer: studio@canelapr.com

Canela

Sarai Carcedo é Design Manager na Canela

LinkedIn